VIVER!!!

Embora os EUA ainda tenham o maior número absoluto de mortes por Covid, o Basil passou à frente do total de óbitos por cem mil habitantes. De acordo com os dados mais recentes, enquanto os Estados Unidos registram 171,4 mortos por cem mil pessoas, o número no Brasil chega a 175,6. A situação já havia acontecido no ano passado. A vacinação em massa – mais de 50% da população adulta já tomou ao menos uma dose – e medidas mais rígidas de contenção estão reduzindo o ritmo de mortes nos EUA, enquanto a média brasileira se estabilizou num patamar elevado. (Folha)

O primeiro milhão de doses da vacina da Pfizer, previsto para chegar na próxima semana, deve ir para capitais e cidades de grande porte, segundo ideia discutida no Ministério da Saúde. A avaliação dos técnicos é de que as exigências de logística do imunizante, como armazenamento a -60ºC, são mais complicadas em cidades menores. Enquanto isso, o Instituto Butantan prevê acelerar em maio a produção da CoronaVac com a chegada de novos insumos da China. (Globo)

Então… A Anvisa autorizou os testes no Brasil com mais uma vacina chinesa, desenvolvida pelo laboratório Sichuan Clover Biopharmaceuticals. Serão 12 mil voluntários nos três Rios: Grande Sul, Grande do Norte e de Janeiro. (Poder360)

E na contramão do Conselho Federal de Medicina (CFM), os conselhos regionais já abriram 43 sindicâncias contra médicos por prescreverem tratamentos sem comprovação ou comprovadamente ineficazes contra a Covid-19. (Estadão)

As variantes do Sars-Cov-2 estão levando pacientes jovens a serem intubados menos de 24 horas depois de darem entrada nos hospitais, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo. Para reduzir o problema, as autoridades recomendam que as pessoas busquem serviços médicos logo aos primeiros sintomas. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *